Salmonella em águas superficiais

28 maio 2021

Ocorrência das espécies da bactéria Salmonella em águas superficiais

A Salmonella é uma bactéria que causa uma infecção em humanos chamada salmonelose, uma doença descoberta há mais de 100 anos. Essas bactérias são encontradas, principalmente, no intestino de animais e humanos. A transmissão desta doença ocorre através de águas superficiais, rios e lagoas.

Essa contaminação da bactéria Salmonella acontece, principalmente, em poços particulares contaminados com fezes humanas ou de animais infectados. Esses resíduos fecais contaminados podem entrar nas águas por diferentes formas, por transbordamentos de esgoto, sistemas de esgoto que não funcionam corretamente, escoamento de águas pluviais poluídas e escoamento de resíduos agrícolas (CDC). Além do mais, Liu et al. 2018, reportaram um estudo de rastreabilidade de contaminação das águas utilizadas na irrigação e verificaram que águas superficiais, tais como poços, contêm mais espécies da bactéria Salmonella do que as águas subterrâneas. Consequentemente, este fato pode ser o motivo da contaminação dos alimentos, animais de corte e ovos (Pereira et al., 2010).

Características da bactéria Salmonella

A bactéria Salmonella pode causar dois tipos de salmonelose em humanos, a salmonelose não tifóide e febre tifóide. Os sintomas da salmonelose não tifóide podem ser bastante desagradáveis, tais como: vômitos, dores abdominais, febre e diarreia. No entanto, a febre tifóide é mais grave e tem uma taxa de mortalidade maior que a salmonelose não tifóide (Ministério da Saúde – Brasil).

Bactéria Salmonella  tifóide / CDC (http://outbreaknewstoday.com/typhoid-cases-65-percent-el-salvador-11357/)

É possível reduzir o risco de contaminação de salmonelose em humanos transmitidos por águas subterrâneas utilizando um processo de desinfecção que pode ser realizado de acordo com o procedimento do departamento de vigilância de saúde de cada município. Por exemplo, o procedimento da Coordenação de Vigilância em Saúde (COVISA)  da prefeitura da cidade de São Paulo orienta que a desinfecção de poços de pequena profundidade, eliminando a propagação da bactéria Salmonella, deve ser realizada após a redução e a estabilização do volume mínimo de água. Em seguida, adicionar 2 litros de solução com 10% de hipoclorito de sódio (água sanitária) para cada metro cúbico de água, misturar bem e aguardar por 12 horas. Depois desse tempo, esvaziar totalmente o poço para eliminar a solução desinfetante e deixar enchê-lo naturalmente. Antes de utilizar a água do poço, coletar as amostras para realizar as análises bacteriológicas e químicas.

Cenário do Brasil e análises do Grupo EP

No Brasil, os valores limitantes das bactérias ou das substâncias tóxicas das  águas subterrâneas que podem provocar riscos à saúde humana são regidos pela portaria de consolidação no. 05 do ministério da saúde (2017) que segue os documentos e diretrizes da OMS de 2011. As análises microbiológicas solicitadas por essa portaria são apenas coliformes totais e Escherichia coli que devem ser ausentes num volume de 100 mL. Diante disso, seria interessante realizar o monitoramento através da análise de espécies da bactéria Salmonella para controlar o risco de transmissão de salmonelose por águas superficiais contaminadas utilizadas na irrigação da agricultura e na criação de animais de corte. O laboratório do Grupo EP – EP Analítica –  possui acreditação ABNT NBR ISO/IEC 17025 pela CGCRE, incluindo a amostragem e as análises da Salmonella spp, coliformes totais e Escherichia coli, além de outros parâmetros químicos requeridos pela  portaria de consolidação no. 05 (2017). Confira a página da EP Analítica e conheça mais sobre nossos serviços e veja mais artigos publicados no nosso blog e LinkedIn!

Karen F. de Oliveira Garcia

Referências: 

  • Salmonella (Salmonelose): o que é, causas, tratamento e prevenção. Site do ministério da Saúde. https://antigo.saude.gov.br/saude-de-a-z/Salmonella.
  • Valores orientadores para solo e águas subterrâneas. Site da CETESB, SP. https://cetesb.sp.gov.br/aguas-subterraneas/valores-orientadores-para-solo-e-agua-subterranea/
  • Orientações para desinfecção de caixa d’ água e poço. Coordenação de Vigilância em Saúde (COVISA) da prefeitura da cidade de São Paulo. https://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/upload/chamadas/orientacoes__para_desinfeccao_caixa_de_agua_e_poco_1296855386.pdf
  • Liu et al., 2018. Presence and Persistence of Salmonella in Water: The Impact on Microbial Quality of Water and Food Safety. Environmental health and exposome. https://www.frontiersin.org/articles/10.3389/fpubh.2018.00159/full.

Site seguro
Chat
Podemos ajudar?
Olá!
Como podemos te ajudar?