Banner do post Dia Nacional do Controle da Poluição Industrial 2021

14 ago 2021

Dia do Controle da Poluição Industrial

A busca pelo cuidado e a preservação do nosso meio ambiente precisa ser encarado como um único objetivo pela sociedade, pois nele está a nossa existência. Os impactos ambientais ocasionados pela ação antrópica e poluição industrial, podem gerar  deterioramento dos elementos terrestres, como ar, água e solo; escassez dos recursos naturais e a destruição dos ecossistemas.
Poluição em rio por indústrias
Poluição em corpos d’ água

Como forma de garantir que as presentes e futuras gerações possam usufruir do mesmo meio ambiente ecologicamente equilibrado, muitos países, incluindo o Brasil, estabeleceram critérios legais para sua preservação. Na nossa Constituição Federal de 1988, a proteção ao meio ambiente é tida como direito fundamental com status de cláusula pétrea, com proibição do retrocesso ecológico.

A função do Estado para controles funcionais e regularizados

A proteção do meio ambiente ocorre comumente entre União, Estados e Municípios, podendo aumentar o controle de parâmetros mais restritivos em seus valores máximos permitidos, seguindo esta ordem respectivamente. Para isso, o CONAMA (Conselho Nacional do Meio Ambiente), que é um órgão brasileiro de natureza consultiva e deliberativa, em 18/03/2005, publicou a resolução nº 357 responsável pela disposição sobre classificação dos corpos de águas, e estabeleceu as condições e padrões de lançamento de efluentes. Em 13/05/2011, é publicada a resolução nº 430, que complementa e altera a resolução nº 357 sobre o estabelecimento das condições e padrões de lançamento de efluentes.

Os grupos de substâncias contaminantes, estabelecidas como monitoramento e controle, podem ser separados sumariamente como:

  • Parâmetros físicos: cor, pH, turbidez, temperatura, condutividade;
  • Parâmetros químicos inorgânicos: metais, nitrogênio, fósforo (nutrientes), ânions, OD, entre outros;
  • Parâmetros químicos orgânicos: solventes orgânicos (Benzeno, Diclorometano) e semi-voláteis, tais como os Hidrocarbonetos Policíclicos Aromáticos (PAH) e Pesticidas Organoclorados, Fosforados, entre outros;
  • Parâmetros microbiológicos: Coliformes (Escherichia coli), entre outros;
  • Estudos ecotoxicológicos: ensaios ecotoxicológicos com organismos aquáticos.

A importância do tratamento e consequências da poluição

Um exemplo de impacto ambiental, que ocorreu no Brasil em 1996, na cidade de Caruaru, onde aproximadamente 70 pessoas morreram por conta do uso de água contaminada com toxinas de florações de algas cianofíceas, durante o processo de hemodiálise. A ocorrência de florações de algas em reservatórios utilizados para abastecimento público está associada, principalmente, ao excesso de nutrientes nas águas, processo chamado de eutrofização.

Cada vez mais, empresas desempenham um papel relevante no tratamento de efluentes, e necessitam buscar e investir em tecnologias eficazes, principalmente quando relacionado ao descarte em corpos hídricos, cumprindo assim, com as exigências dos órgãos ambientais competentes. O Grupo EP, em mais de 45 anos de história, tem participado ativamente dos desafios encontrados pelos nossos clientes, no atendimento às diretrizes ambientais para os padrões de emissão de efluentes, aplicando tecnologias adequadas a cada tipo de indústria. Dentre suas soluções customizadas para tratamento de efluentes, tem o fornecimento de sistemas físicos-químicos (decantação, flotação e processo oxidativo avançado), sistemas biológicos aeróbios (lodos ativados, microfiltração e ultrafiltração) e anaeróbios (reator anaeróbio de fluxo ascendente e de circulação interna), bem como sistema de reúso (desinfecção química ou ultravioleta, ozônio e desmineralização por osmose reversa).

Confira outros artigos publicados no nosso blog e LinkedIn!

Comitê de Sustentabilidade Grupo EP

Rodrigo Constant

Karina Oliveira

Adriana Cavalcante

Ana Lima

Beatriz Lima Miguel

Matheus Tsuchiya

Site seguro
Chat
Podemos ajudar?
Olá!
Como podemos te ajudar?