banner do post de estudo de caso, estação de tratamento de efluente

16 jul 2021

Solução 360° – Tratamento de Efluentes

A Terceirização Operacional de Sistemas de Tratamento de Água e Efluentes é um dos serviços que a EP Engenharia mais se destaca no mercado industrial brasileiro.

Com mais de 40 anos de aprendizado, atuando como empresa de tratamento de efluentes, e com clientes nos mais diversos setores, como: automotivo, autopeças, químico, petroquímico, alimentício, bebidas, embalagens, metalúrgico, papel e celulose, aeroportos, sucroalcooleiro, dentre outros, podemos afirmar que já tratamos efluentes dos mais simples aos mais complexos existentes. Dentre as mais de 50 ETEs operadas pela EP Engenharia e variados cases de sucesso, gostaríamos de apresentar um que exemplifica bem como funciona a Solução 360° desenvolvida e praticada pelo Grupo EP junto a seus clientes.

Desafios encontrados

No ano de 2016, prestando serviços de operação terceirizada para uma Estação de Tratamento de Efluentes Industriais em uma indústria de autopeças, nos deparamos com o seguinte desafio: O sistema trabalhava em regime contínuo de tratamento, recebendo efluentes de diferentes fontes geradoras e, frequentemente, precisava ficar em recirculação, pois, apresentava grande variação na concentração de compostos recalcitrantes. Tais ocasiões eram extremamente preocupantes, dado que:

  • O processo de tratamento não se mostrava confiável;
  • As paradas para troca de elementos de adsorção eram recorrentes e os gastos envolvidos eram elevados;
  • Durante a recirculação, a capacidade de recebimento de efluente bruto e, consequentemente, de tratamento ficavam comprometidas;
  • O risco de se recorrer à destinação para tratamento externo ou mesmo de parada da produção se mostravam iminentes.

Soluções Customizadas

ETAPAS DE PESQUISA, DESENVOLVIMENTO E IMPLANTAÇÃO DA SOLUÇÃO

O maior diferencial que o Grupo EP apresenta para seus clientes é o seu know-how adquirido em mais de 40 anos de sistemas implantados e operações terceirizadas, assistido pela incomparável infraestrutura de suporte que possui. A fim de se identificar, dentre as diferentes fontes geradoras, quais eram as principais responsáveis por ocasionar tal descontrole, realizou-se a coleta e análise para correta caracterização dos efluentes que chegavam na ETE. Para tanto, os devidos ensaios foram executados em nosso laboratório de análises ambientais, acreditado na norma ABNT NBR ISO/IEC 17025, disponibilizando resultados confiáveis para condução do estudo de tratabilidade.

Laboratório de Análises Ambientais

Com o objetivo de se reproduzir as condições segundo as quais se processará o tratamento à escala real, no Laboratório de Desenvolvimento de Processos do Grupo EP, foram estudadas, testadas e comparadas diferentes rotas e combinações, até se encontrar a melhor opção de tratamento que, neste caso, envolveu Processos Oxidativos Avançados (POAs), combinado com sistemas de coagulação-floculação. POAs compõem uma boa alternativa técnica, que pode ser usada para tratar águas residuais contendo diferentes tipos de compostos persistentes que, via de regra, são difíceis de tratar por processos convencionais, como clorofenóis, fenóis, halometanos, clorobenzeno, tetracloroetileno e aminas.

Estação de Tratamento de Efluentes

Diferenciais e Vantagens

Apesar de ter sido necessário alterar o regime de tratamento de contínuo para batelada, as principais vantagens deste case foram:

  • O método proposto requer um tempo de reação relativamente curto e usa reagentes de fácil manipulação;
  • As paradas para troca de elementos de adsorção foram eliminadas;
  • Não houve necessidade de emprego de tanques, reservatórios, reatores ou grandes investimentos.
  • As adequações no sistema de tratamento foram mínimas, consistindo apenas na readequação do direcionamento de efluentes de acordo com suas fontes geradoras;
  • Foram extinguidas as recirculações, permitindo o funcionamento normal e pleno do sistema de tratamento;
  • O efluente tratado deixou de apresentar variações, com o sistema atuando a mais de 5 anos em conformidade com os Valores Máximos Permitidos

Confira a página do GRUPO EP e conheça nossas soluções e veja mais publicações em nosso blog!

Rafael Pacheco – Gerente de Operações Terceirizadas

REFERÊNCIAS

BAUTISTA, P. et al. An overview of the application of Fenton oxidation to industrial wastewaters treatment. Journal of Chemical Technology and Biotechnology, v. 83, n. 10, p. 1323-1338, 2008. Disponível em: https://sci-hub.do/10.1002/jctb.1988. Acesso em: 8 jul. 2021.

Site seguro
Chat
Podemos ajudar?
Olá!
Como podemos te ajudar?