bactérias

21 jan 2021

banner do post monitoramento de bactérias no blog EP

A água é um dos elementos mais importantes para a sobrevivência dos seres vivos. Além disso, ela pode ser um meio de transmissão de muitas doenças, entre elas, doenças causadas por bactérias. Surtos de doenças transmitidas por esta bactéria podem levar a uma série de complicações para os seres humanos e animais. De fato, um agravante para estas doenças é a realização de um controle de qualidade inadequado das águas recreacionais, como o monitoramento de bactérias patogênicas, tais como o Staphylococcus aureus (Shibuya, 2016).

02 out 2020

As temperaturas altas estão chegando e junto com elas, o aumento das doenças transmitidas pela ingestão de águas recreacionais por banhistas e esportistas. Além disso, as águas recreacionais podem se dividir em águas de fontes naturais, tais como praias, rios, lagos e córregos que podem estar sob risco de contaminação por esgoto, resíduos industriais e por bactérias presentes na pele de animais e banhistas. Por outro lado, águas recreacionais encontradas em estabelecimentos de lazer com piscinas ou em clínica de terapias com água também podem possuir contaminação por bactérias e fungos. Esse último tipo de água recreacional utiliza água da rede de distribuição fornecida pela rede municipal e precisa ser tratada frequentemente de acordo com as legislações vigentes. 

25 set 2020

O monitoramento e a garantia que a água potável atenda ao padrão de potabilidade adequado para consumo humano deve ser avaliada de acordo com a Resolução SS 65 do Estado de São Paulo (São Paulo, 2016) e  com a Portaria de Consolidação do Ministério da Saúde nº 5/2017 (Brasil, 2017) a fim de prevenir doenças transmitidas pela água. Esta  resolução também estabelece a competência e procedimentos relacionados ao controle e vigilância da qualidade da água para o consumo humano.

09 jul 2020

Estudos da China verificaram que 20% dos pacientes que apresentavam sintomas respiratórios graves da COVID-19 também estavam infectados com a bactéria Legionella pneumophila. 

Durante a quarentena, empresas, escolas, hotéis e indústrias tiveram que reduzir ou até mesmo encerrar suas atividades para o combate da COVID-19. Esta situação deixou os encanamentos dos sistemas de distribuição de água destes edifícios ociosos. Diante disto, a água parada presente nestes encanamentos proporciona um ambiente favorável para o crescimento de uma bactéria, chamada Legionella pneumophila.

Site seguro
Chat
Podemos ajudar?
Olá!
Como podemos te ajudar?